Amor | Histórias Virtuais | Amizade | Aniversário |Mensagem Religiosa | Frases  |Agradecimento| Poesias

 

Cartões Virtuais

Amor
Amizade
Aniversário
Agradecimento
Perguntas (Novo)
Histórias de amor
Frases
Religioso
Diversos (Breve)

Dias da semana

Segunda-feira
Terça-feira
Quarta-feira
Quinta-feira
Sexta-feira
Sábado
Domingo

Saudação

Bom dia
Boa tarde
Boa noite

Poesias Rosa Cândida

Saudades
Paralelas
Como respiras
Estou despida

Hoje

Espaço Místico

Mitologia (Dicionário)

Religião e Seitas

Numerologia
Cromoterapia
Fitoterapia
Quirologia
Biodança
Cristais
Sonhos
Nomes
Velas
Tarô
Lua

Sites de utilidade pública

Domínio Público
Receita Federal
DETRAN RJ
INMETRO
ANATEL
ANVISA
IBAMA
ANEEL
INCRA
INSS
MEC

 

Tarô

É um sistema de cartas utilizado para obter conhecimento sobre as diversas questões que envolvem relacionamentos, oportunidades e mudanças de vida.

Recomende este "Site" para seus amigos das Redes Sociais.

 
 
 
 
 

TARÔ

A "revelação" é uma atitude feiticeira a partir do momento em que a pessoa a reconhece com tal em si e acredita na existência do dom das revelações, recebido, dentre muitos outros, no momento do seu nascimento.Todos nascem com esse ou com outro dom, mas percebê-los, entendê-los e administrá-los positivamente é, sem dúvida, privilégio e tarefa das pessoas mais sensíveis, como as feiticeiras.

O Tarô, baralho das revelações, vem sendo utilizado pelas feiticeiras, através dos tempos, como um poderoso instrumento mágico, e pode ser consultado por qualquer pessoa que se proponha a estabelecer com ele uma relação de respeito e confiança, que demonstre uma atitude de bom senso, concentração,seriedade e, sobretudo, de crédito à própria intuição. Sua principal finalidade não é adivinhar fatos passados, presentes ou futuros, o que exige conhecimentos e preparação especiais nas artes divinatórias.

As cartas do Tarô são reconhecidas pelo nome de Arcanos, palavra que significa mistério, segredo. São 78 cartas, porém somente as 22 primeiras(os Arcanos Maiores) são comumente utilizadas, por possuírem significados mais amplos , mais fortes e mais profundos, tornando, por isso, a leitura mais fácil de ser compreendida e vivenciada.

Como instrumento mágico, o Tarô é auxiliar e cúmplice das feiticeiras através de vários processos, várias formas de manipulá-lo, de acordo com o desejo em receber as revelações. Antes, porém, de se dedicar ao "trabalho mágico" com o Tarô , a feiticeira deve preparar-se adequadamente através de duas atitudes básicas e iniciais ,apresentadas a seguir.

Primeiramente, deve estabelecer uma relação real e profunda de conhecimento e intimidade com as cartas, através do hábito diário de dedicar a elas sete minutos de contemplação.A feiticeira deve aprender a olhar as cartas como grandes amigas ,sem esperar, nesse início, revelações ou respostas imediatas.Depois, vem a segunda etapa, a feiticeira deve dedicar-se ao conhecimento detalhado da simbologia de cada uma das cartas, para poder vir a compreender suas significações reveladoras. Somente depois dessas duas etapas , você estará preparada para usar o Tarô como seu auxiliar.

Os 22 arcanos maiores como a história da evolução do indivíduo

O conjunto das 7 primeiras cartas representa o desenvolvimento das qualidades do arcano O Mago, cuja culminância é o imperador vitorioso - O Carro.

O homem - O Mago - vem ao mundo tendo à sua disposição as 4 funções psíquicas representadas pelos 4 naipes: espadas-ar (faca, punhal) = pensamento; copas-água (taça, cálice, copo) = sentimento; paus-fogo (bastão, clava) = intuição; ouros-terra (moeda, roda) = sensação. É também o princípio masculino, ativo, que pode ser associado ao animus. A Sacerdotisa representa a necessidade de parar, de se tornar receptivo para se aprimorar espiritualmente, e pode ser associada à anima. Na sua trajetória inicial, o homem aprende primeiro a lidar com os pais - A Imperatriz e O Imperador. Depois, entra em contato com as instituições socializadoras - a religião e a escola - simbolizadas pelo arcano O Sumo Sacerdote. Então aprende a fazer uma escolha e o reconhecimento de sua identidade sexual, transferindo os laços edípicos para outras pessoas - O Enamorado. Se a escolha é bem feita, ele assume a persona, assume a si mesmo - O Carro - como veículo para viver em sociedade e conduzir a própria vida. Esta primeira fase representa a atitude extrovertida.

O segundo ciclo é representado pelo conjunto das 5 cartas seguintes e corresponde à segunda parte da vida, à atitude introvertida e ao início do processo de individuação. Este conjunto apoia-se no conceito de que a realidade, tal como a conhecemos, é ilusória. A Justiça é o primeiro passo para esse reconhecimento e ensina a pesar, a medir e a eliminar o que é desnecessário. O Ermitão é a volta ao passado para se iluminar - a auto-análise e a busca dos fatores que condicionaram a atitude presente. O autoconhecimento leva à constatação da evolução constante do mundo como fator dominante e dos determinismos biológicos e sociológicos - A Roda da Fortuna. Começa então e enfrentar aquilo que vem a ser a sua herança biológica, representada pela carta A Força - os instintos de agressão e sexualidade. Esta carta representa o confronto com as nossas sombras. Prosseguindo, entra em contato com seu caos interior e sua impotência básica - O Enforcado.

O conjunto das próximas 3 cartas completa o ciclo anterior e representa os elementos que deverão ser usados ou combatidos para uma evolução interna. Se supera a preguiça e desamarra o nó do Enforcado, estabelece relação com A Morte, aprendendo a cortar o que não presta, transformando-se inevitavelmente; e, se for bem sucedido, chega ao rejuvenescimento. Ingressa, então, em um novo plano mais elevado, operando uma transmutação alquímica interior, representada pelo arcano A Temperança. Feito tudo isso, pode cair na tentação de usar o que aprendeu para obter poder sobre os outros - O Diabo.

O ciclo seguinte, de 4 cartas, é a conseqüência externa do anterior. A Casa de Deus (A Torre) - destruição; A Estrela - reconhecimento de que há influências cósmicas; A Lua - ilusões que impedem o homem de chegar àquilo que ele é; O Sol - a necessidade de encarar a realidade e abandonar A Lua.

As 3 últimas cartas mostram a conclusão do processo de evolução. Após O Julgamento, o homem ou desemboca no arcano O Mundo - o homem completo que concilia extroversão e introversão, o que foi bem sucedido no processo; ou desemboca no arcano O Louco, o zero, o que falhou no processo, e começa tudo de novo

Veja agora o significado básico de cada carta:

Carta nº0 LOUCO o impulso
Carta nº1 O MAGO o começo
Carta nº2 A SACERDOTISA a intuição
Carta nº3 A IMPERATRIZ o intelecto
Carta nº4 O IMPERADOR o poder
Carta nº5 O PAPA a responsabilidade
Carta nº6 OS ENAMORADOS a indesição
Carta nº7 O CARRO o domínio
Carta nº8 A JUSTIÇA o equilíbrio
Carta nº9 O ERMITÃO a sabedoria
Carta nº10 A RODA o movimento
Carta nº11 A FORÇA a vitória
Carta nº12 O ENFORCADO a acomodação
Carta nº13 A MORTE a transformação
Carta nº14 A TEMPERANÇA a moderação
Carta nº15 O DIABO a ambiguidade
Carta nº16 A TORRE a ruptura
Carta nº17 A ESTRELA a esperança
Carta nº18 A LUA a ilusão
Carta nº19 O SOL a realização
Carta nº20 O JULGAMENTO o renascimento
Carta nº21 O MUNDO a recompensa